Pensamento

"Onde quer que o homem vá , verá somente a beleza que levar dentro do seu coração" . Ralph W Emerson

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

A Solidão do Nós Dois - Um Caminho Só Seu





Quando me vejo diante de minhas encruzilhadas, são momentos de dolorida solidão, de um enorme esforço em ter que me erguer e seguir em frente. Meu Marte em Aquário simboliza isso divinamente, enfrentar o dragão não é para seres voadores, seres do ar. Isso de anar na linha reta como se estivesse indo para o fuzilamento é uma verdade verdadeira. Todo mundo sabe que por trás de uma grande solidão por fuga, existe o medo, o medo de dicar só, ou seja o medo de "ser só", do sentir-se sem amarras, sem elos. Urano quase sempre é um multiplicador de quebras, de explosões que dilaceram linhas de contato, de conduta, caminhos conhecidos.
O vazio uraniano é uma indefinição de cores que podem  ser  misturadas e pintadas novas aquarelas. Mas a princípio você sente a ausência do qu existira ali, conhecido e seguro por este fato. Primeiro você sente-se no Ar, a representação da Carta da Torre no Tarot fala disso, de você despencando numa noite escura de uma torre atacada por raios, de repente você está nua, na rua, sem nada a lhe proteger. 

Uma pergunta: 
Você fugiu para a torre para se proteger do que ou de quem?
Será que o medo leva a gente a temer descobrir e enfrentar a nós mesmos, a enfrentar o mundo imaginário do medo? Por isso nos escondemos em torres fantasiosas,  a nos esconder de quem nos apavora? Você vive agarrado com o medo, ele tem cara de Netuno ( o medo  imaginário), ele se disfarça nas desculpas mais esfarrapadas, te faz se disfarçar fisicamente, ficar inaceitável, suja, fedida, te faz esquizóide, te aliena.



Nesse caminho muito pessoal, de vencer a si mesmo, é preciso da solidão, por isso que "crise" é terapia, a gente emborca pra dentro e encontro o outro lá de dentro. Quanto mais íntima se torna essa relação do Eu consciente que em algum momento cai no fundo do polo de tanto fugir, com esse Eu Interior mais inconsciente, até que ele surta e a crise acontece.  É essa a solidão de nossos dois Eus, mesmo que venhamos a nos conhecer em circunstâncias nada felizes, é uma oportunidade fértil da gente se enrroscar na gente, ficar lá na crua consciência da dor, do fracasso, da morte e desilusão e, nessa intimidade toda, a gente se junta, e encontra um clamor maior em sobreviver.


 Talvez mergulhando nesse labirinto do medo você descubra um outro mundo , o teu inconsciente rico de imagens, histórias, lendas, e vai poder viajar por esse mundo fértil de fantasias que te façam sonhar de olhos abertos, que te façam trazer à luz toda a tua luz interior, todo o teu passado apreendido em teu interior.  Esse mergulho é um ato de coragem só seu! É ir em frente carregando o medo, não como um fardo ou  amuleto negativo, mas como a outra face das nossas ilusões, nosso negativismo existe, mas como sabemos, tudo é dual, daí podemos ter os dois lados da moeda juntos, buscando usufruir de cada um deles e assim encontrar esse nosso caminho do meio. É um meio-a-meio, você na sua melhor companhia, sua real intimidade, sua inspiração, sua reflexão, seu mndo interior que pode te suprir de quase tudo e é fonte de seu todo a despertar, seja do positivo ao negativo, ali guardado para ser vivido desde que você abra a porta e pise firme.


A opção é só sua, O Ego representado por Marte, o único e Netuno, o fantasma, se você Áries não fizer por você mesmo, buscar sua independência e autonomia, você poderá se jogar no poço fundo de qualquer coisa que te cegue os olhos e te desconecte com teu Eu inteirior, Peixes, tua relação de parte de um todo. Não fuja da vida, não fuja de si mesmo, por mais que seja um ENORME sacrifício, que exija muito esforço, tente, pois bovê ganhará VOCÊ DE VERDADE.



4 comentários:

  1. Meu coração diz em " mal traçadas linhas" que lá dentro é tão grande que não se vê o fundo nem o horizonte e parecemos tão pequeninos que dá para quase ver o ar sumindo, no movimento do vento desfolhando árvores naturalmente. Mas apesar dessa sensação não muito confortável de não dominar o ambiente, há uma escritura esperando o registro competente: aquilo tudo é você!!!!! todo aquele espaç é seu , sujeito a invasões e desapropriação até, se improdutivas as terras.
    Teremos que trabalhar nelas e produzir!!! ser tudo que se pode ser, escolher, enfrentar ou mesmo quedar-se inerte tantas vezes.
    Tem horas que precisamos ser provocados e isso acontece invariavelmente no encontro com o outro. aquilo que é além de você, com o curso da história-destino de cada um e do simples viver.
    Equipamento certo para a aventura é se conhecer de verdade=decifrar-se , o que dói, confunde mas que também revela a foto maravilhosa de nós mesmos. Preço a pagar é sentir-se sozinho-responsável e garantidor da viagem, o que não é ruim pelo bOnus que se alcança.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Existem milhares de blogs por aí e considero cada um especial, a sua maneira.O seu tem algo a mais, tem movimento,humor,alegria e descontração.Além disso tem smart posts e belas imagens.Ficarei muito feliz se me seguires pelo GOOGLE FRIEND CONNECT, e eu te seguirei também.Espero sua visita.
    http://amigadamoda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Leila,
    Sua Lua penetrou-me, encarou-me e me deu a mão.
    Obrigada pela companhia tão oportuna.
    Beijo carinhoso.
    San

    ResponderExcluir
  4. Kinha,
    Grata pelo convite e pela visita, espero que deguste de meus delírios simbólicos.

    Beijos
    San

    ResponderExcluir