Pensamento

"Onde quer que o homem vá , verá somente a beleza que levar dentro do seu coração" . Ralph W Emerson

domingo, 29 de janeiro de 2012

"Geniais e E.Tezóides" - Áries + Aquário

Gosto de observar pessoas, a convivência me faz encontrar perfis de personalidade, não uma forma de 2+2+4 = personalidade, mas sim a constatação de reverberar certas expressões de qualidades de 2 signos num mapa, se traduzindo um certo tipo de personalidade na sua dualidade. Aqui estarei falando de um prisma de minha própria personalidade, mesmo sem definir este sendo meu padrão, pois meu Sol e Mercúrio em Áries, regidos por Marte em Aquário e regentes de meu ASC e MC, são apenas parte de como me expresso, já que existem os aspectos desses planetas  e os demais em outros signos e casas que se agregam à minha personalidade. Mas de certo, aqui e em qualquer outro espaço, não existem "estórias", somente escrevo da minha história real, das minhas crenças, da minha indignação, da minha linha de orientação profissional, da qual pratico, o autoconhecimento. O que mais importa é podermos refletir sobre a associação desses 2 signos, Áries, por si só o início de tudo, a chama a luz na escuridão, a ideia, um flash, The Flash, o empírico, herói, ego. A seu lado somemos Aquário, a comunidade, à margem do todo,  entorno dele, mas parte deste; a individualidade, o experimento do ideia, a  desconexão, a ausência permitida.
 Pessoas criativas, ideias geniais, sempre abertas ao novo, não têm dificuldade em começar, adoram projetos e naturalmente são líderes dos outros e principalmente de si mesmos. donos de si, intolerantes com o timing dos outros, mas como são soltos e descolados, pouco ficam apertando os botões, desviam facilmente sua atenção para algo novo no horizonte. Incansáveis idealistas, enquanto Áries é bem invasivo devido a sua real habilidade com a intimidade, ele logo se chega, se apoia e até fica na sombra, se para ele a inércia for meio de independência, e também uma estratégia para não se comprometer e lidar com deveres. Lá adiante Aquário já respeita enormemente a vida alheia, até porque a dele é partilhada até onde ele coloca limites, mas nem por isso consegue ficar quieto sem ser provocador, principalmente quando encontra aquele tipo de pessoas que vive disfarçada, ele adora corta as cordas das falsas vestes. Chocar pode ser uma arma aquariana, é forma da busca da individualidade, um caminho solitário para essas pessoas que reúnem metas de crescimento pessoal como independência e liberdade. O preço pode bem ser a solidão, em crise pessoal podem ser bem ego´stas, se revelarem esquizóides ao se afastarem, serem auto-suficientes num nível neurótico, onde não precisar de ninguém seria a revanche à pressão, à manipulação, hipocrisia, injustiça social, aos preconceitos. Naturalmente há um rebelde dentro dessas pessoas que gostaria de leveza e não estar constantemente sendo afligido pelo entorno.
No fundo essa combinação de energias tende a se concentrar no íntimo dessas pessoas, aquário como signo a´reo tende a princípio se refrear emocionalmente, tenta analisar tudo sentimento, compreender o que sente e assim se afasta em parte da expressão clara desses sentimentos, a razão ainda é um caminho, mas junto a intensa percepção, ele vai ampliando e redimensionando o que observa, analisa e desfaz muitos nóis pelo meio do caminho. quando não consegue, tende somatizar essa energia através do Sistema Nervoso Central, parecem panelas de pressão chacoalhando pra lá e pra cá, num ritmo de dança indígena, num ritual de ondas de estímulo que podem chegar num grande colapso de estresse, se traduzindo em ausências de consciência, falta de memória, sintomas psicossomáticos.  Essa energia elétrica pode implodir em algum momento, trazer algum tipo de sensibilidade emocional que altera a fisiologia do corpo ou pode trazer um tal nível de desligamento, onde a pessoa pode se alienar, busca salvação no seu mundo pessoal, nem sempre um mundo onde proteja a criança ariana, que fica meio carente que lhe deem a mãe e a façam crescer e ser independente emocionalmente. Urano e/ou Marte em conjunção com o ASC pode trazer algo desse perfil, principalmente o processo condicionante da máscara do ASC como forma de autoproteção e sobrevivência. Por vezes a uma revolta interna que revolve o fogo da indignação, mas pode isso nem sempre se reverter numa atitude produtiva para com a vida, há dificuldade em se comprometer consigo mesmo, e por si mesmo, encarando esse caminho solitário, apenas no sentido de que a pessoa é única responsável pela faz para sair dessa inércia revoltante. O lado sem fronteiras aquariano desfaz parte da raiva ariana, mas o medo da liberdade e independência é real, principalmente nos ASCs em Áries e em Aquário. Áries tende realmente a ser escapista, procrastinador do caminho de fazer por si, dependendo do resto do mapa natal, a pessoa pode voltar-se para os outros lados, família, trabalho, mas esquecer-se de si, quase sem reclamar frustração, o ganho está no não comprometimento e de liberdade.
Enquanto Áries (centro do seu universo)olha de baixo para cima e enxerga o espaço celeste como um arco-íris sem fim, Aquário(micro do  macro) olha de cima para baixo e não encontra limites nesse céu que o envolve, onde presente, passado e futuro se confundem, se entrelaçam e se tornam uma mesma dimensão dentro do alcance de sua percepção. A vista vai longe, capta e traduz, percebe o impalpável e é confortante a sensação de co-existência. Mas o desconhecido dessa não-fronteira pode ser um fator inibidor , principalmente para as estruturas de maior controle e apego no mapa (terra e água). O boicote pode vir já no fim do surfar a onda, como se a ruptura ainda fosse da pessoa em relação a ela mesma, a desestrutura a coloca à margem até que sobreviva por si própria diante de sua marginal individualidade.Áries talvez seja quem mais chore diante desse cosmos, me lembra a série de TV "Terra de Gigantes", onde crescer é preciso, mas lhe falta "tamanho", estrutura, e mais fácil é o grito estridente de pavor, de podem cair em meio às mãos de algum "gigante", mais fácil é a fuga nada estratégica, muda, sem critérios, muitas vezes uma solidão bem acompanhada por si mesmo e suas intermináveis criações.
é um gás que nunca estanca, sempre a favor do vento, ora turbo, ora captação de ondas fluídicas de outros mundos. Aqui tudo é possível, questionável, contestável, aberto. Basta aceitarmos que rupturas são forma de refazer diferente, que o que já nasce modificado é meio de trazer o "novo" como forma de aprendizado e adequação.


3 comentários:

  1. Sandrinhaaaa!!! Como eu adoro o que escreve e a maneira que escreve!!! Nem preciso dizer que me senti totalmente a ETzóide em questão... asc. aquário... lua ariana... e que realmente é complicada essa junção toda para nosso íntimo, essa eletricidade toda, essa vontade do afastamento temporário de emoções... mas que de vez em quando dá uns frutos bons... ah, isso dá!!!

    ResponderExcluir
  2. Não falta é luz e uns "choques" que eletrizam o povo e a gente mais que se diverte, né?
    ahahahhahaha
    Carol, eu que adoro teu Blog, amo seu jeito versado de escrever, cheio de bom humor, e olho que nem ligo muito pra moda, mas vou sempre lá te ver. :)
    Beijoka

    ResponderExcluir
  3. Interessante tudo o que escreves!. Sou ariana e sempre me senti uma mulher com muita força, extrovertida, alegre e sem falsas modéstias ( a vida o provou...) líder! E numa auto- análise sinto que é verdade o defeito que apontam ao ariano: Impaciência e impulsividade.
    Sei que teria de estudar mais pontos sobre o meu signo mas, como afirmo, falta-me a paciência...
    Como estás, minha querida? Já tinha saudades tuas.
    Beijo.
    Graça

    ResponderExcluir